Home • Notícias
Notícias
Ensino EAD cresce no país.
06/06/2018
Os cursos de Educação são os que mais registram matrículas no ensino EAD.

Apenas 23,8% dos jovens entre 18 e 24 anos estavam em algum curso de Ensino Superior em 2017. É o que mostra pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para ajudar a elevar esses números, estimular o ensino à distância – EAD é uma saída. Afinal, essa é uma das formas mais acessíveis de cursar uma faculdade, principalmente para os estudantes que precisam conciliar estudo e trabalho.

Um ano após um decreto que regulamenta esta modalidade de ensino, o número de polos de ensino EAD autorizados no Brasil cresceu 133%. Antes do decreto eram seis mil unidades de ensino à distância. Hoje, esse número já chega a 15 mil, segundo dados do MEC. A nova regulamentação eliminou a exigência de que o governo fizesse visitas prévias aos campus e deu autonomia às instituições para a criação dos próprios polos, desde que elas cumpram parâmetros de qualidade definidos pelo governo.

No universo de matrículas do ensino superior brasileiro, 18,6% são em cursos a distância. Apesar das facilidades, essa modalidade de ensino não é a primeira opção entre brasileiros. A Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (ABMES), entrevistou mil pessoas e 56% disseram preferir a graduação presencial, contra 27% que preferem a EAD.

A estudante da pós-graduação EAD, Elisete Conceição Santos queria mesmo ter optado por aulas presenciais. Segundo ela, essa modalidade de ensino proporciona uma maior interação entre professor e aluno. “Estudar à distância foi uma forma que eu encontrei de não deixar de fazer a minha especialização. Hoje, eu trabalho, então, fica mais difícil encontrar tempo. A minha graduação foi presencial, o que me deixa mais confortável e preparada para estudar e vencer a dificuldades do estudo online”, explica a estudante da faculdade Unopar EAD.

Diferente de Elisete, a estudante do curso de Administração Daniela Cerqueira sempre viu a faculdade EAD como primeira opção. “Além de permitir que eu possa estudar no meu tempo livre, o que pesou bastante nessa escolha foi o valor de uma graduação para outra. É um diferença enorme de valor. O EAD é muito mais em conta”, pondera a estudante da Faculdade Uniasselvi EAD.

Ainda segundo a ABMES, o número de adeptos do ensino a distância está crescendo, principalmente entre os mais jovens que são os que mais compreendem como a tecnologia pode ser usada a favor do ensino. Os cursos online na área de Educação são os que mais registram matrículas e por último se encontram os cursos de Agricultura e Medicina Veterinária. Por região, a que mais gera matrículas para o curso EAD é a região Nordeste.

Cursos Já Visitados
Grupo Educamais nofacebook
Grupo Educamais noTwitter
Está div só irá aparecer em resoluções menores de 480px (uma medida utilizada especialmente para celulares, mas ela pode variar dependendo da versão do celular).

Exemplos:
Iphone 4 e 4S => 480px (deitado) e 320px (em pé);
Iphone 5 e 5S => 568px (deitado) e 320px (em pé);
Iphone 6 => 667px (deitado) e 375px (em pé);
Galaxy S4 => 640px (deitado) e 320px (em pé);
Galaxy S5 => 640px (deitado) e 360px (em pé);
  • Envie-nos suas Dúvidas